sábado, 26 de fevereiro de 2011

Prótese robótica controlada pelo cérebro aguarda aprovação governamental

Muitas pessoas sonham com o dia que existirá no mercado opções mais práticas de próteses, a perda de um membro é um trauma grande a qualquer ser vivo. Há muitos anos que cientistas e engenheiros de robótica estudam próteses mais fáceis de controlar e que realmente tenham utilidade além da questão estética para as pessoas.

DARPA criou prótese de um braço (chamado de Luke) que é controlada pelo cérebro do portador, esse modelo e estudos foram enviados para aprovação da FDA (Food and Drug Administration) - orgão norte-americano que tem a responsabilidade de aprovar e controlar medicamentos, alimentos e outros itens naquele país.

A análise e aprovação de produtos pode demorar até quatro anos, mas mesmo que leve todo esse tempo, ainda é curto para a tecnologia envolvida em uma prótese robótica. Com a aprovação do braço robótico os investimentos para outras partes do corpo devem aumentar, e em breve estarão disponíveis no mercado.

Fonte | eletronicoblog

Nenhum comentário:

Postar um comentário